Os números do mercado de telhados verdes no mundo.

Os telhados verdes são uma das principais tendências da arquitetura e vem sendo promovidos em todo o mundo como tecnologia de impacto sócio-ambiental. Até aqui nenhuma novidade. O que pouca gente tem idéia é da dimensão dos impactos econômicos que esta tecnologia pode promover, então hoje eu quero falar um pouco sobre mercado!!

Paris também começa a estimular sua indústria de telhados verdes com incentivos governamentais.
Paris também começa a estimular sua indústria de telhados verdes com incentivos governamentais.

Pois é. A Alemanha continua vencendo de 7 a 1 também no jogo dos telhados verdes, e desde o final do século 19 já vem experimentando com essas tecnologias de cultivo. A partir da década de 1990 passou a prever robustos incentivos financeiros e fiscais para promover os telhados verdes como ferramenta de controle de enchentes e eficiência energética, alavancando um mercado incipiente à um patamar nunca antes imaginado: apenas em 2015 foram instalados neste país mais de 8 milhões m2 com faturamento de 254 milhões de EUROS – por isso, quando dizem que mais de 15% dos telhados alemães são cobertos com telhados verdes, é melhor você acreditar.

E isso vem crescendo e se disseminando a cada ano, ainda de modo concentrado na Europa, mas com iniciativas pioneiras em diversas outras regiões do globo. Áustria, Hungria, Scandinavia, Suíça e Reino Unido já atingem juntos a marca de 3,3 milhões de m2/ano, com uma indústria que faturou 128,4 milhões de Euros apenas em 2015. Na América do Norte os números são mais modestos – este mercado é liderado pelo Canadá (cerca de 300 mil m2/ano) e mais recentemente pelos os EUA (aproximadamente 200 mil m2/ano) começam também estruturar sua indústria, já atingindo em 2014 um patamar de 514,4 mil m2. No Brasil, temos estimativas próximas aos números norte americanos, com cerca de 200 mil m2 instalados por ano.

Pode parecer grande coisa, mas não é. Quando comparamos os números dos telhados verdes ao mercado mundial de telhas e coberturas, vemos o tamanho do desafio – isso representa menos de 0,1% deste total, que todo ano instala 11,1 bilhões de m2 de coberturas secas, movimentou em 2014 US$ 78,6 bilhões e tem previsão de atingir US$ 90 bilhões em 2020.

Para ajudar um pouco por aqui, na próxima semana iremos oferecer nosso primeiro curso online de Introdução aos Telhados Verdes, onde vou apresentar os principais aspectos técnicos relacionados a esses sistemas construtivos. Então se você tem interesse no assunto, cadastre seu nome e email no formulário abaixo que nos próximos dias iremos divulgar as informações sobre conteúdos e custos. Então é isso. Mãos a obra jardineiro, pois telhado é o que não vai faltar por aí!!


[mc4wp_form id=”2144″]

Deixe uma resposta