Pintar telhados de branco é solução duvidosa.

on

Eles podem até aquecer ligeiramente o planeta – por José Eduardo Mendonça – 21/10/2011 às 14:53

Um novo estudo publicado no Journal of Climate afirma que pintar telhados de branco, medida defendida pelo secretário de energia americano Steven Chu e outros, como forma de combater a mudança do clima, reduz apenas minimamente temperaturas locais – e pode causar um ligeiro aumento no aquecimento global como um todo, informa o Discover.

Os pesquisadores usaram um modelo de mudança do clima, que incorpora uma série de dados de satélites e estações climáticas no mundo. Ele modela como as relações entre várias condições ambientais, por exemplo a presença de nuvens ou poluentes, irá afetar o clima local e globalmente.

O modelo descobriu que mais telhados brancos significam menos calor de superfície na cidade (o que é óbvio o bastante para alguém sentado em um carro de estofamento preto debaixo do sol). Temperaturas locais mais baixas implicam em menos evaporação de água, que forma nuvens, diz o chefe do estudo Mark Jacobson, da Universidade Stanford. O declínio na formação de nuvens permite que mais luz do sol chegue à superfície da Terra, levando a temperaturas mais altas no geral.

O modelo também prevê que grande parte da luz refletida pelos telhados irá ser absorvida por fuligem e matéria particulada, que são especialmente prevalentes sobre áreas urbanas. Isto pode limitar o resfriamento local e causar aquecimento em outros locais, com a dispersão das partículas.

Um possível benefício dos telhados brancos é a redução dos custos de refrigeração em edifícios, coisa da qual o estudo não trata explicitamente. Isto pode ser útil em climas mais quentes, mas pelo menos um estudo revela que os telhados brancos não levariam a uma economia de energia em termos globais.

Publicado originalmente no blog do Planeta Sustentável.

1 comentário Adicione o seu

Deixe uma resposta