Trigo no telhado – resultados finais do experimento.

on
Neste final de setembro finalizamos nosso primeiro experimento de cultivo de grãos em telhados verdes. A colheita do trigo foi realizada no dia 28/09 e rendeu 4,25 kg de grãos já limpos, que foram cultivados sobre a laje de um modelo de casa popular com 50 metros quadrados. O rendimento do experimento foi de 851 kg/ha em 120 dias cultivo, realizado por 2 trabalhadores – isso significa 2,12 kg de trigo por homem, ou ainda cerca de 1/2 kg de trigo por mês para cada um dos dois trabalhadores. Certamente, o resultado poderia ter sido melhor – a produtividade ficou muito abaixo da referência para cultivo em solo (cerca de 7 vezes maior), mas ainda assim consideramos o resultado um sucesso. Nosso objetivo foi demonstrar a viabilidade da produção de grãos e commodities agrícolas sobre telhados urbanos – obviamente é preciso refinar a técnica, mas consideramos a iniciativa fundamental para que as Cidades Jardim tornem-se realidade.

O cultivo foi realizado sobre uma camada de apenas 5 cm de substrato, com baixa densidade de plantas/ha (60 plantas/m2) sendo que ao longo destes 4 meses realizamos apenas uma adubação com composto orgânico em cobertura, uma aplicação de neem para controlar uma infestação de pulgões e realizamos irrigações esparsas, manual e sem controle de volume de água. Além disso, o trigo passou 30 dias do ponto de colheita, perdendo diversos grão que caíram sobre o substrato de cultivo. Certamente em um próximo experimento poderemos obter resultados muito maiores.

Esperamos que esse primeiro experimento inspire outras pessoas a repetir essa iniciativa de forma sistemática – mas independente disso, o resultado é claro – qualquer pessoa com um telhado e sem experiência alguma com agricultura pode cultivar seu próprio alimento em casa.

Veja os histórico completo deste experimento neste blog:
Nossos agradecimentos ao Prof. Silvio Bicudo, do departamento de Agricultura da UNESP de Botucatu, que gentilmente nos cedeu as sementes.
Agradecemos também à nossa parceira Élida Marques pela foto do trigo no telhado do Instituto.

1 comentário Adicione o seu

Deixe uma resposta